Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


02
Nov11

Do brio

por Gaja

Na semana passada numa das minhas visitas ao estabelecimento onde compro material de trabalho, dou mais uma vez com uma "iniciada" nestas artes. E porque tinha visto não sei onde e porque queria experimentar e que não fazia a mínima ideia de como iria fazer mas que iria tentar e blablablabla.....E isto, tendo em conta que a conversa não era comigo, apenas me limitei a ouvir e esperar pela minha vez de ser atendida.

Indo a rapariga toda contente com os seus novos artefactos num saquinho rumo a casa, e estando eu já a falar com a fornecedora da loja, calhou em conversa este boom que se tem assistido nos últimos tempos. Hoje em dia toda a gente quer fazer bolos, decorar bolos, vão a um workshop modelar uma ovelha em cima de um bolo falso e voilá! "já sei mais disto que eu sei lá".

No decurso da conversa dizia eu que não tenho nada contra, agora aquilo que me fazia confusão era o título de Cake Designer que cada uma dava a si própria ao fim de 2 bolos vendidos.

Rimos ainda as duas quando ela me contou que não admitia a ninguém que dissesse que ela era Cake Designer (e estamos a falar de uma pessoa que dá cursos numa escola profissional) e também quando eu lhe contei do título que o meu irmão me arranjou: "A minha irmã faz bolos para fora" (adoro!)

Contou-me ainda da quantidade absurda de maus trabalhos que se vão vendo por aí, de em algumas conversas ter ficado a descobrir algumas pessoas usam bolos já feitos do Continente ou Pingo Doce, colocam um recheio às 3 pancadas e dedicam-se apenas à decoração (na maioria dos casos má!).

E eu fiquei assim meio estupefacta com estas revelações, pois se houveram pormenores (e que pormenores, senhores!) com que sempre me preocupei, foi com as massas dos bolos e os recheios. Fiz muitas experiências até encontrar as receitas certas e todas as que não corresponderam ao meu conceito de qualidade, foram directamente para o lixo.

 

Isto tudo para dizer que não é uma arte fácil. É preciso de facto muito empenho, dedicação, pesquisa, estudo, paciência e brio profissional. Brio.

Workshops nunca frequentei, não que tenha alguma coisa contra, apenas porque tenho imensa dificuldade em absorver informação naquele formato. Passadas algumas horas já me esqueci de metade do que ensinaram por isso sempre gostei mais de ser autodidacta e absorver apenas aquilo que me interessa.

 

De uma forma ou de outra, com ou sem workshops, para todas as pessoas que possam vir a ler isto e que estejam interessadas em darem início a esta actividade: brio

 

E para que vos possa dar um exemplo do que será uma Cake Designer sigam este link e aí verão o que poderá possibilitar alcançar esse título.

É que só tenho 2 palavras para essa senhora: palminhas, muitas!

 

Quanto a mim?....Sou uma mera curiosa....ah! e faço bolos para fora! :))))

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Helena a 03.11.2011 às 12:46

Faz bolos para fora e bem bonitos, por sinal.

Estas "Cake Designer", fazem-me lembrar algumas crianças que fazem uma telenovela e depois dizem-se actores e actrizes. Ao brio, eu acrescento modéstia.

Um beijinho
Sem imagem de perfil

De João Tomé a 08.11.2011 às 16:08

Boa tarde,
Tenho produção de miolo (grão) de amêndoa e azeite de trás-os-montes. Vendo pequenas quantidades (min. 5l e 1kg).
Cumprimentos,

João Tomé
email: joaobtome@gmail.com

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor