Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


17
Fev12

Tem dias (noites) que tenho de trabalhar aí até às 5h/6h da manhã. "Olhaaaaa foi a vida que escolhestesssss" ouço repetidamente a ecoar na minha cabeça enquanto acabo mais um bigode da Hello Kitty (valha-me a santa que pelo menos boca não tem!).

Mas tem dias (noites) que até não tenho de trabalhar até mais tarde. Então, penso num serão sossegado a vegetar no sofá a ver programas da caca na tv, ver algum filme ou algo do género.

Já o meu rico filho não pensa assim. E a linha de pensamento deste mini-gajo com 1 ano é: "Não posso deixar que a minha mãezinha perca o ritmo,vou atazanar-lhe o juízo durante as noites que ela não tem de trabalhar e fazer birras de metro e meio. De certeza que assim ela não vai adormecer!!"

Pois não meu filho, não adormeço. Nem eu, nem o teu paizinho, nem os vizinhos do lado e quase que aposto que a senhora aqui da casa em frente que te acha um sosseeeeeeego de menino, é capaz de já ter mudado de opinião.

E a mãezinha sabe que estás a ser um querido, a sério, principalmente naqueles momentos em que estás quase a adormecer e eu por suster a respiração para não fazer barulho, quase fico com uma insuficiência respiratória. E também o que acho muito fofo é conseguir finalmente que adormeças e aquele percurso de 1 metro, desde o teu berço até à porta do teu quarto, em que levo à volta de 3 horas e 56 minutos a percorrer para de seguida fazeres o quê? Acordares!!! Bem...ternura mesmo! De seguida, com o coração cheio de tanta emoção, só tenho vontade de abrir a porta da rua e atirar-me para debaixo do primeiro camião do lixo que passe. Só naquela.

 

E ontem a mãezinha, apesar de saber que as tuas intenções são as melhores (que eu fique acordada o máximo de horas possíveis de madrugada, que fique com olheiras até ao chão e um humor de cadela Rottweiler) trocou-te as voltas (porque já acho excesso de zelo da tua parte) e deixou-te a chorar uns bem cronometrados 15 minutos seguidos. Sabem lá...uma pessoa quando está "emocionada" já está por tudo. E ali fiquei a ouvir-te na divisão ao lado…até que…..adormeceste…

 

Fraquinho pá! Ainda não foi desta que aguentaste até às 6h como a mãezinha….ainda te falta 1 horinha…estás quase lá meu malandreco!.....

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De rapaz da laranja a 17.02.2012 às 10:19

e antes de adormecer e de me ter dito "ok, podes ir que está na hora de ires para o trabalho e estás com pior cara que o tapete da entrada" ainda acrescentou "...e não te esqueças de avisar a Mamã que o malandreco não é assim tão «Fraquinho pá!» "

por isso cuidado
o Gajito é duro!
Sem imagem de perfil

De Helena a 18.02.2012 às 20:13

Os putos quando querem são mesmo queridos.

15 minutos a chorar é obra, não diga muito alto, nem às paredes confesse que ele é fraquinho, pois ele pode ouvir e todos sabemos o quanto as crianças gostam de se superar.

Melhores noites virão, mais que não seja quando ele for adolescente e não dormir em casa.

Um beijinho
Sem imagem de perfil

De S a 16.03.2012 às 09:52

LOL :)

Adorei este post. Há que ver as coisas com algum humor para não se ficar maluquinha.

Não tenho filhos mas até fico com meduuuu!

Bjs.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor