Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


12
Jul12

Dei-me conta que já não escrevia aqui há umas 5 semanas. É uma vida. Tenho de me organizar para que possa voltar a este espaço como fazia há largos meses. Escrever faz-me bem, nem sei quando cheguei a essa conclusão, mas faz.

 

O meu pequenino será uma das razões para que me tenha afastado tanto da escrita. O tempo anda demasiado depressa desde que ele nasceu, os dias correm e quando dou por isso já o tenho nos braços de novo para o adormecer. No dia seguinte já está maior e eu vejo este crescimento com olhares de espanto nem acreditando bem nisto tudo.

O meu pequenino já anda. Meio atabalhoado mas anda. Quer descobrir tudo, já não quer dar a mão, quer ir sozinho. Isto é tudo muito giro menos naquela parte em que aterrou com a boca num móvel da sala e a mãezinha ao ver sangue do seu menino (pela 1ª vez provocado por um acidente), ia tendo um fanico e aijesus aijesus que me dá uma coisa má!

Passam-lhe depressa as dores (ao menino) e passado 1 minuto está a rir-se e a apontar para todas as coisas, virando-me a cara com as mãozinhas, para que lhe diga os nomes de tudo. Diz perfeitamente o nome da Tita (gata), e mais ou menos perfeitamente o "carr" (carro), "tata" (batata), "caco" (macaco). Quando mexe em plantas faz "tim tom, tim tom" (tlim tlom, tlim, tlom), viu-me fazer isto uma vez e nunca mais se esqueceu. "Mamã" continua a servir para muitas pessoas, para mim, para o pai, para a avô, para o tio, para a vizinha e ainda para alguma gaja que veja numa imagem.

Se vê o logotipo da Chicco diz "buébé" e lava (tenta) os dentes quando lhe damos a escova.

Disseram-me há dias, na escolinha, que já vai ao bacio (WTF???) e que não é apenas para aquecer o trono. Faz mesmo o que tem a fazer.

Faz também algumas birras, faz beicinho descomunal quando é contrariado. Diz "adeus" com as mãozinhas e quando vai na rua ri-se para (quase) toda a gente.

Ontem no colégio perguntaram ao pai se podiam começar a dar-lhe o lanche comum dos meninos maiores, pão e leite, visto que fica com olhar babado a ver os outros enquanto come a sua papa. Autorização concedida e um aviso para aumentarem a quantidade pois isto é menino para enfardar pão que é uma coisinha parva.

 

E é isto, estou a imaginá-lo na escolinha, com uma carcaça na mão e um copo de leite na outra. 17 meses. Glup!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Vespinha a 12.07.2012 às 13:54

Apercebi-me de que andavas muito faltosa quando vim aqui copiar o enedereço para te mencionar no meu blogue! :)
Sem imagem de perfil

De helena a 12.07.2012 às 14:41

"Coisas Pequeninas" não é bem assim, talvez para a humanidade, mas enormes para o Dinis e sua Família. Estou aqui embevecida, a abanar a cabeça em sinal de concordância e a pensar, mas o cachopo só tem ou já tem 17 meses. Os putos agora crescem a uma velocidade doida.

E pronto, o seu bebé está um menino crescido, é o que é.

Um beijinho com muita ternura, para si e para o pequenino.
Imagem de perfil

De C.M. a 12.07.2012 às 22:04

Grande Dinis! Ando eu aqui a lutar para que o meu vá ao pote quase com três anos e o teu já se emancipou!
É uma fofura vê-los crescer e descobrirem o mundo que os rodeia. Pena que não possam descobrir só as coisas boas!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor