Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Eu tenho uma empresa de confeção de bolos decorados e nela tenho uma funcionária contratada (A Maria. Sempre tive o sonho de ter uma empregada Maria). A Maria passa a descontar mais para a Segurança Social. E eu (Susana patroa) passo a descontar menos.
O nosso ministro das Finanças assegura que irão ser criados mecanismos para garantir que o dinheiro que eu deixarei de pagar, seja colocado de parte para a criação de novos postos de trabalho. Vamos supôr que esse mecanismo é uma caixa de sapatos de cartão onde todos os meses eu vou colocando as moedinhas desta generosa oferta do governo.

 

Ora na minha cidade, onde até agora tantos e tantos clientes requisitavam os meus serviços (e os da Maria, pois claro), onde tanta bolo era vendido, ora, dizia eu, esses clientes todos como a pobre da Maria, começam também eles a pagar mais para a Segurança Social.

 

Enquanto isso os meses vão passando e eu (Susana patroa) vou enchendo o mecanismo (a caixa de sapatos) com o dinheiro que deixei de pagar.

Enquanto isso os clientes vão desaparecendo. Dizem que não podem, que com os cortes vai sendo muito difícil. Que fazem um bolo com pintarolas lá por casa mesmo.

Enquanto isso, deixo de ter maneira de pagar à Maria e tenho de a despedir. Digo-lhe para ir à EDP à procura de trabalho. Ouvi dizer que também por lá existe um mecanismo.

Enquanto isso agarro no dinheiro do mecanismo, o tal que iria servir para contratar a Joaquina (o meu segundo sonho em termos de nomes de empregadas) e vou comprar leite e fraldas para o meu filho.

 

Se tiverem dúvidas acerca desta explicação é favor contactar o Ministro Vitor Gaspar. Eu não consigo explicar melhor.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Susana Duarte a 12.09.2012 às 17:12

Olá Susana, achei a tua explicação claríssima! Aliás eu sou uma das clientes que este fim de semana, para o aniversário da minha filha, fiz "um bolo com pintarolas lá por casa mesmo".
Dás-me licença que partilhe?
Beijinhos e boa sorte!
Imagem de perfil

De Gaja a 12.09.2012 às 23:08

E tenho a certeza que o bolo ficou muito bem!! :))
Partilha à vontade, claro!

Bj da Gaja :-)
Sem imagem de perfil

De Maria João a 18.09.2012 às 16:41

Obviamente....
Tambem vou partilhar:)
Imagem de perfil

De Gaja a 25.09.2012 às 12:37

Obrigada Maria João!

Bj da Gaja
Sem imagem de perfil

De Blog Profissão Mãe a 24.09.2012 às 12:22

Melhores dias ...é o q todos esperamos...se precisares q vá divulgando os teus bolos nos meus portais...avisa
bjinhos
Imagem de perfil

De Gaja a 25.09.2012 às 12:39

Isto não passa de uma história fictícia, óbvio. Se bem que a parte das "pintarolas" sejam cada vez mais uma realidade. Infelizmente.

Toda a divulgação é bem vinda, claro! Agradeço-te imenso :)))

Bj da Gaja
Sem imagem de perfil

De isa a 29.10.2012 às 10:06

Pois é assim esta tua história bem perceptível é capaz de te ajudar a perceber as caras tristes e fechadas das pessoas que encontras e que te queixas num post mais acima. É que está tão difícil que estamos todos a sufocar. E quando se sufoca não se respira. Se não se respira não se ri. É claro que tens razão qusndo dizes que as outras pessoas não tem culpa e que a boa educação de ve estar acima de tudo. Mas acredita que é difícil. Vejo por mim. Acordo todos os dias tão cansada porque trabalho depois do trabalho oficial, mais não sei quantas horas em casa e deito-me tão cansada, que penso: tenho de conseguir sorrir. Mas depois, sou rodeada de tantos problemas e tantas cargas negativas que não me sobra sorrisos nos lábios. Se acaso sai um, ele sai tão amarelo que logo se percebe que não estou bem. Mas não te vou encher de queixas. Gosto da tua alegria assim como as de muitos que leio neste mundo virtual. E não resisti e deixar-te este longo comentário.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor