Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Há algum tempo que vejo no Primeiro Jornal da Sic uma rubrica que nem me lembro do nome mas que tem a ver com novos talentos e coisas do género. Ou seja, a ideia será divulgar pessoas que mudaram de vida e dedicaram-se a novas actividades normalmente ligadas a artes ou outra coisa qualquer.
Até aqui muito bem, o problema é que começa já a dar demasiado nas vistas que só pode ter sido uma ideia de alguma mentezinha brilhante na redação da Sic que pensou "epá, tenho meia dúzia de amigos enrascados e vamos cá dar uma ajuda para ver se damos um empurrãozinho"

Senão vejamos: a de ontem era de um casal que se dedicava a umas malas/sacos. E a mulher era o quê? (o homem não sei que não acompanhei tudo)....jornalista! ahhhhhh! o espanto!!!!!
No outro dia era sobre uma que se dedica a bijuteria africana (ahhhhhh a revolução, a inovação!!!)....e quem era ela? Uma ex-directora do Olga Cadaval. Já hoje, ainda há pouco, era sobre um tipo que se dedica à criação de galinhas (!!!!!) e o que é fazia antes desta actividade??? Repórter fotográfico!!! Ahhhhhhhhhhhh!!! A sério??

 

Tenho visto outros "talentos" que não me parecem tanto assim levados por "amizades jornalistícas" (convém disfarçar nos intervalos) mas pá!! Poupem-me! Aqui há dias alguém dedicada ao barro, peças em barro, presépios em barro....nada de novo.....

 

Acho que me apercebi deste fenómeno mais a sério quando no ano passado surgiu, acho que também nas notícias, a divulgação do trabalho de uma mãe e de uma filha que começaram a fazer bolachas em casa. A ideia tem a sua piada (só alguma), fazem de diversos sabores, colocam nomes nas bolachas e nas latas e cada uma terá o seu significado. As bolachas não são decoradas, apenas diversas palavras são "gravadas" nas ditas. Vá lá....tenho ali uns marcadores de letras iguais e é coisinha para se fazer com uma perna às costas.

 

A questão é que a filha é o quê? Jornalista (again i know) e vá-se lá saber como, vai parar às redes sociais pelas "mãos" de Arrumadinhos e é quanto baste.

 

Por falar em Arrumadinho: há algum tempo colocou no seu mural algo do género "conhecem alguém que faça daqueles bolos infantis mesmo giros?" Sei disto por ter sido mencionada por pessoas minhas conhecidas que sugeriram a minha página. E claro, outras 8765 pessoas sugeriram outras tantas.
Às pessoas minhas conhecidas tenho que agradecer profundamente mas gostaria de alertar-vos para o seguinte: o Arrumadinho quando colocou essa questão já sabia perfeitamente quem ia contratar. É uma manobra. Não passa disso.

Invariavelmente ao fim de alguns dias ele iria colocar quem foi a pessoa escolhida, e que fez um trabalho magnífico e ai e tal que está a dar os primeiros passos e ai e tal vão lá ver.
Vão duvidar que já se conheciam anteriormente?

 

Então duvidem que quem tem mau feitio sou eu.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De helena a 14.02.2013 às 16:58

Já me tinha questionado sobre a razão que leva pessoas tão sabedoras de tudo fazerem perguntas de retórica, "onde é que compro isto?" "quem me ajudar a ..."
Sem imagem de perfil

De Vespinha a 15.02.2013 às 08:28

Não tens mau feitio, estás é já bastante à frente... :)
Imagem de perfil

De Gaja a 21.02.2013 às 15:13

Vespinha, impressiona-me cada vez mais esta sociedade que se deixa levar por modas. Por fazer lei o que certas e determinadas pessoas dizem.

Mas enfim....temos jovens que à pergunta "quem escreveu O Evangelho segundo Jesus Cristo?" respondem "ai...eu nem sou católico!!" e temos tudo dito.
Imagem de perfil

De Gaja a 21.02.2013 às 15:10

Já dizia o outro "só é cego...." :)
Imagem de perfil

De playmogirl a 18.02.2013 às 09:21

olá!

há já algum tempo que sigo a sua vidinha e que admiro o seu trabalho. ainda não fiz nenhuma encomenda, mas tenho uma amiga que sim e que ficou satisfeitíssima com o resultado.

este post fez-me comentar uma vez que compreendo aquilo que sente. no entanto queria deixar-lhe uma palavra de coragem, pois a verdade é que o seu projecto parece-me verdadeiramente genuíno e para mim tem a vantagem de ter êxito por si só, sem precisar de ajudas alheias. força e continuação de bom trabalho.

talvez D. Dinis goste das minhas histórias, como eu gosto das histórias dos seus bolos :)

http://playmoblog.blogs.sapo.pt/
Imagem de perfil

De Gaja a 21.02.2013 às 15:15

Playmogirl, muito obrigada pelas palavras!

(quem é a amiga, quem? quem?:)))

O blog está super giro! D.Dinis já brinca com alguns, "herança" do tio e adora!
Daqui a uns tempos de certeza que irá gostar de ler as histórias :))

Bj da Gaja :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor