Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ela estava a trabalhar numa casa e estava sozinha. Entrou num dos quartos e foi surpreendida por um negro que tinha entrado pela janela. Ele disse-lhe para ela não gritar, agarrou-a e tapou-lhe a boca.
Andou durante 1 hora (1 hora) com ela a percorrer toda a casa, a dizer-lhe para abrir todas as gavetas para procurar ouro ou dinheiro. Perguntou-lhe onde estava o dinheiro, que a matava se não dissesse. Ela não sabia. Ele pegou numa gravata. Ela achou que ia morrer. Que ele ia enfiar-lhe a gravata no pescoço e que a ia matar. Ele vasculhou a mala dela, ele tirou-lhe algumas moedas que ela tinha. Ele continuava a ameaçá-la, que não sairia ali de mãos a abanar. Ela falou-lhe de computadores e tablets que andavam por ali. Mas ele não queria nada disso, queria ouro ou dinheiro. A gravata continuava por perto e ele dizia que a matava. Ele descobriu uma chave. Ele abriu um cofre. Ele encontrou algum ouro e foi embora.
Ela achou que ia morrer nesse dia.

Ela era a minha mãe.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor