Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


23
Ago07

Incompetências

por Gaja

Uma das coisas que me dá a volta à barriga é a incompetência. Quando se fala em incompetências quase toda a gente se lembra do governo. Mas e o resto? Quantos e quantos trabalhadores por este país fora também não são eles uma cambada de incompetentes?

Eu penso da seguinte maneira:

Se um gajo, por alguma circunstância da vida, tiver que ir trabalhar como varredor de ruas, não terá de as varrer BEM? Ou vai andar a lamentar-se..."Ai que desgraçadinho que eu sou por ser varredor e agora só por causa das tosses não vou apanhar aquelas folhecas que estão ali na berma da estrada..."

Se uma gaja tiver que ir trabalhar como balconista numa qualquer pastelaria, não terá que atender BEM os seus clientes? Ou vai pensar assim: " Ai que triste vida a minha....aquelas mulas ali sentadas na esplanada e eu aqui a vergar a mola. Eu vou lá atendê-las mas vou fazer-lhes umas trombas que até andam de lado..."

Eu no meu ponto de vista trabalho é trabalho e se alguém se compromete a desempenhar seja qual for a função, é para fazê-la bem. Seja um varredor de ruas ou até um médico, porque às vezes também se vê com cada toino que até mete impressão.

Mas esta conversa toda foi apenas uma introdução para perceberem onde é que eu quero chegar. E agora dizem vocês...." Fogo, Gaja! Introdução?? Granda seca...Deixa lá isso que nós já percebemos..."

Não perceberam nada. Deixem-me deitar tudo cá para fora, que a Gaja hoje tá possessa. E assim, sempre poupo uns trocos no psicanalista.

Então eu passo a contar: A Gaja fez uma encomenda de umas compras num site de um conhecido supermercado que eu por educação nem vou dizer o nome. No Continente portanto.

Dentro da hora marcada aqui estavam eles com as comprinhas da Gaja. Muita simpatia...Ah, sô Dôna Gaja pode marcar o códigozinho aqui...aqui tem a facturinha...blá blá blá...pardais ao ninho.

Nunca confiro as compras enquanto eles ainda estão aqui. Sei lá...fico com medo que pensem que estou a desconfiar deles ou uma coisa do género. O problema é que já é para aí a 2ª vez...vá 6ª vez que me arrependo de não o ter feito...com a de hoje foi a 7ª.

Umas vezes vêm coisas a mais...outras vezes vêm coisas a menos...outras vezes vem facturado aquilo que não recebi...outras vezes esquecem-se dos sacos na carrinha e passado 1h é que aparecem com eles aqui em casa...etc...etc. E claro, hoje não foi diferente.

Até nem sou mulherzinha de ter muitos acessos de raiva aguda. Mas hoje passei-me da marmita.

Pego no telefone e ligo para lá.

- Tô sim?

- Boa tarde. Olhe é o seguinte, recebi agora uma encomenda vossa e MAIS uma vez isto não bate certo.

- Atão diga lá qual é o problema? (Nesta fase, e pelo tom de voz,  o gajo devia estar a pensar: " Mas que maçada...Tava eu aqui tão sogadito em frente ao meu PC, a jogar ao Solitário. Qué que esta quer?...")

- O problema é o de sempre...tenho aqui 2 produtos que não pedi...e 2 que pedi, não vieram, mas estão facturados.

-Atão diga lá qual é o nº da encomenda.(o som daquela voz só me soava a frete)

Dou o nº da encomenda. De seguida perguntou-me a descrição dos produtos. Deu-me um bocado de música e quando voltou, lamentou e perguntou-me qual seria a melhor maneira de resolver o assunto. Então eu resolvi-lho logo.

- Então eu quero que faça da seguinte maneira. Faça um acerto na conta. Se eu tiver que pagar alguma coisa, pago e se vocês tiverem que me devolver o dinheiro devolvem. E ficamos assim, porque para mim esta foi a ÚLTIMA VEZ. Vou experimentar noutro sítio.

E claro, as coisas assim mudam logo de figura...o tom de voz fica bastante diferente e a simpatia acresce.

- Oh Sô Dona Gaja! Vamos resolver isto desta forma: Nós vamos aí a casa buscar os produtos que estão a mais e levar os que estão em falta.

Aí já eu me estava a rir...sem ele perceber claro.

- Então e vêm quando?? Hoje certo??

- Quer dizer....bem...

- Sim, a ser, tem que ser hoje! Foi hoje que eu fiz a encomenda certo?

- Sim, claro, tem toda a razão...Hoje claro. Então, entre as 20h e as 22h pode ser?

- Hummmmmmm, deixe-me cá pensar....Sim pode ser.

- Então é só um momento......(mais uma beca de musica para os meu ouvidos...)

- Então fica combinada Sô Dona Gaja, entre as 18h e as 20h.

Reparem bem como de repente até a disponibilidade aumentou.

- SIm, fica combinado. Mas...não há acertos a fazer? ( porque eu tinha noção que os produtos que me iam trazer eram mais caros do que aqueles que eu ia devolver)

- Não.....trocam-se apenas.

Reparem na bondade.

Passado nem meia hora ligam-me de lá....era uma gaja desta vez. Um dos produtos que eu queria, não havia. Perguntou-me se eu queria que me fizessem uma transferência bancária do valor do produto. Achei que pelo valor de um pacote de bolachas também já era exagero. Ficaram de me dar um vale.

Por volta das 19h, já estava aqui o produto que me faltava. Ou seja fizeram uma viagem de ida e volta para me ir buscar nem 1kg de jardineira de novilho. E ainda trouxeram mais do que estava facturado.

Será que lhes serviu de lição? Talvez....mas só sei que para o mês que vem vou experimentar outro, não vá ser melhorzito.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


23 comentários

Imagem de perfil

De dida a 24.08.2007 às 01:57

Claro que tem razão.Claro que sim!
Nota-se por exemplo quando somos atendidos por estrangeiros em especial de nacionalidade (custa admitir - mas é verdade! e contra factos...) Brasileira. Na globalidade são educados, simpáticos e atenciosos. Já tenho comentado com os meus familiares a diferença de desempenho no posto de trabalho. Não temos realmente boa vontade a desempenhar as funções que nos foram atribuidas e que aceitamos quando nos candidatamos ao emprego. Será feitio? Ou Mau feitio e má vontade? TALVEZ AS DUAS...
Imagem de perfil

De Gaja a 25.08.2007 às 23:06

É verdade, é inegável que os brasileiros batem todos os pontos em simpatia. Houve até uma vez que fiz uma questão a uma funcionária de um supermercado e ela imediatamente largou o que estava a fazer e foi indicar-me o corredor que eu procurava. Juro que estranhei tanta simpatia. E só quando ela falou mais um pouco é que percebi que era brasileira...estava tudo explicado.
Bj da Gaja
Sem imagem de perfil

De eremita a 24.08.2007 às 02:25

Concordo plenamente contigo. Acho que todos nós, seja qual for a profissão, devemos exercê-la competentemente e eficazmente.
Eu que sou estudante e não faço puto, sei do que falo :p

E eu cá acho que devias continuar a apostar nesse hipermercado. Qualquer dia trazem-te um LCD não facturado e nem dão conta.

Imagem de perfil

De Gaja a 25.08.2007 às 23:08

Deixa lá....mas estou cá desconfiada que irás dar um excelente engenheiro. Espero...
Um LCD não digo, porque já tenho um e depois era mais uma porcaria para limpar o pó. Mas agora dava-me um jeitaço um frígorifico novo. Será que passava?....
Bj da Gaja
Sem imagem de perfil

De RiTa a 24.08.2007 às 08:53

Bom dia Gaja... Eu desisti de fazer compras nesse site. Por duas vezes enviam-me uma caixa de 12 preservativos com sabores!!!!???? Baaaaah ... se eu ainda precisasse daquilo, mas o meu método contraceptivo é outro. Mas os senhores desse supermercado deviam de pensar que a pílula não era suficiente...

Beijinhos
Imagem de perfil

De Gaja a 25.08.2007 às 23:11

looool. Épá secalhar era a campanha que estava em vigor na altura. Na compra de 6 pacotes de leite meio gordo oferecemos uma fantástica caixa de preservativos com sabor a frutos do bosque.
Bj da Gaija
Sem imagem de perfil

De Lisoca a 24.08.2007 às 11:18

alô tens um presentito no meu blog, beijos e bom fim de semana
Sem imagem de perfil

De Sandra a 24.08.2007 às 12:04

Boas,

Pois, às vezes, também acontece ao contrário. Na empresa onde trabalhamos, somos todas muito simpáticas. Mas mesmo (não somos brasileiras, somos mesmo bem dispostas). Só que há clientes que têm um sentido de humor do tamanho do cú de uma agulha (muito pikeno, portanto). Por mais que sejamos amáveis, simpáticas ou metamos uma laracha pelo meio, do outro lado da linha o interlocutor não reage. É dose...

Beijos
Imagem de perfil

De Gaja a 25.08.2007 às 23:13

Eu sei o que é isso. Trabalhei muitos anos no atendimento ao público. E às vezes também apanhava com cada besta. Jasus!! Há de tudo.
Bj da Gaja
Sem imagem de perfil

De Dokas a 24.08.2007 às 12:14

Bom eu sou bastante eficaz, tanto que quando há mer...aki no escritório um dos meus 3 chefes (sim são 3) diz logo a CULPA É TUA, digamos que 98% das vezes não é minha os 2% eh pá uma gaja não ser "boa" todos os dias
Eu prefiro ir ao Continente em pessoa é bem divertido passar 1 hora na charcutaria à espera de 100gr de fiambre.
Beijo
Sem imagem de perfil

De Euquandoforgrande a 24.08.2007 às 13:08

Acreditas que fiquei tão traumatizada com o atendimento na charcutaria do continente que nunca mais consegui ir a nenhuma? nem a outro hipermercado? Agora é o meu marido que fica lá uma hora para ser atendido enquanto eu vou comprar outras coisas... Isto é que é dose!
Sem imagem de perfil

De Dokas a 24.08.2007 às 14:02

Bom a bem dizer também é o meu marido que lá fica uma hora, eu vou para outras bandas tipo as novidades da maquilhagem a imaginar que bem que poderiam ficar e ficão mas na prateleira, deixa estar ir ao médico de familia é bem pior
Beijokas
Imagem de perfil

De Gaja a 25.08.2007 às 23:16

Dokas, aprende comigo. A culpa nunca é dos chefes!
1 hora à espera de 100g de fiambre??? Poupa-me.
Bj da Gaja
Imagem de perfil

De Ginjinha a 24.08.2007 às 12:44

Oi oi, eu nunca fiz compras online porque não sou eu que faço as compritas cá para casa, quando tiver o meu ginjarral pode ser que me arrisque.

Quanto ao mau desempenho profissional...muitas das vezes os portugueses não reclamam como deveriam, porque não se querem "chatear" (ora já não estão chateados??) O que custa pedir o livro de reclamações ou enviar um email, nem que seja para o/a funcionário/a levar um puxão de orelhas e as coisas andarem para frente? Acho que o dito livro perdeu a credibilidade e nós pensamos que não vai resolver nada, mas não é bem assim. Acreditem.
Trabalho num Instituto Público e assisto todos os dias de tudo um pouco.
Maus funcionários que não querem fazer um cú, só trabalham ao relentim e só se mexem quando alguém está aos berros e maus utentes que pensam que os funcionários são todos farinha do mesmo saco, por isso optam por tratar tudo e todos abaixo de cão.
Levar com inegrumes e incompetentes que se arrastam a prestar um serviço e ainda por cima o serviço é mau prestado, meus senhores convenhamos! Reclamem! Não nos podemos andar sempre a queixar e não fazer nada contra isso.
Mas também vos digo, começar o dia a levar com sô doutores e peixeiradas não é lá muito bom nem deixa grande apetite para sorrir o resto do dia, mas há que pensar que os outros não têm culpa, que podia ser eu do outro lado da secretária e é para ser profissional que me pagam e não para coçar a micose.
No meio é que está a virtude e era um mundo muito melhor se nos respeitassemos uns aos outros..

Gaja exerce o teu direito de reclamar!
Ginjokas!
Imagem de perfil

De Gaja a 25.08.2007 às 23:53

E este comentário vai directamente para...tchanaaammm!
Bj da Gaja
Sem imagem de perfil

De Ana Raquel a 24.08.2007 às 13:03

AHHHh.. eu adoro ir aos hipermercados. Sou gaja que me perco no cheiro dos detergentes, amaciadores e cremes po corpo. De ficar a cuscar as embalagens e novidades no hiper.. O que me vale é que tenho um babe que me acompanha nestas paranóias e lá vem ele atrelado a guiar o carrinho... Eheheh
Se por acaso aderir a ao servilo on-line é porque me vai custar s subir os 3 lanços de escadas até chegar a a casa!
Quanto às reclamações, sou gaja que não me calo.. . quando estou acompanhada chegam a dar-me cotoveladas para me calar!

Beijinho*
Imagem de perfil

De Gaja a 25.08.2007 às 23:20

Eu já gostei Ana Raquel. Juro. Mas é giro ao príncipio. Quando me juntei com o meu gajo, adorava ir às compras. Depois passou-me. É que é dose andar sempre naquilo!..
Bj da Gaja
Imagem de perfil

De A VER NAVIOS a 24.08.2007 às 16:02

Sem conhecer a autora ou autor deste post, quero expressar a minha total concordância com o mesmo, sendo que também eu fico completamente alterado, com este tipo de anormalidades.
Nos casos do balcão, que incluem a menina ao telemóvel e os clientes a esperarem, penso que há muita culpa de quem contrata os trabalhadores que, em vez de preferir competência, se preocupa apenas em que seja uma carinha laroca, que aceite ganhar o ordenado mínimo, ou menos.
Assim não vamos lá.
Imagem de perfil

De Gaja a 25.08.2007 às 23:22

Em primeiro lugar e para esclarecimento sou a autora.
E quanto à carinha laroca, não podia estar mais de acordo. Mas enfim...pode ser que um dia isto mude.
Bj da Gaja
Sem imagem de perfil

De Inês a 24.08.2007 às 17:00

Deve ter muita paciência, não é qualquer pessoa que atura incompetências sete vezes... Acho que ao segundo erro já tinha mudado de supermercado.
Não sei como é que as pessoas não percebem que se não fizerem o trabalho delas bem e se não forem simpáticas não têm clientes e consequentemente não ganham dinheiro. Eu pessoalmente opto sempre por sítios onde sou bem atendida mesmo que fiquem mais longe.
Boa sorte com as próximas compras! ;)
Imagem de perfil

De Gaja a 25.08.2007 às 23:24

Aqui a Gaja tem uma paciência infinita..... Mas também tudo o que é demais enjoa né?
Até uma Gaja paciente se chateia de vez em quando. Mas quando ela se chateia!!....Saiam da frente!
Obrigada.
Bj da Gaja

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor