Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


06
Fev08

Anonimato

por Gaja

Depois de um comentário que fizeram no post anterior, fiquei a pensar nesta história do anonimato que poderemos ou não manter enquanto utilizadores da Internet.

E agora irei falar em meu nome e por experiência pessoal.

Utilizo a internet há alguns anos. Confesso, que no ínicio apenas a utilizava para conversar em chats. Ainda era uma jovem e não tinha descoberto e também porque não estava para aí virada, o leque de escolhas que a internet possui. Conheci imensas pessoas. Umas melhores, outras piores. Fiz amizades. Uns foram ficando pelo caminho, outros ainda os conservo.

Claro que nesta altura, o anonimato deixava de existir a partir de um certo momento. E a pessoa que estava por trás de um nick revelava-se. Decepções? Algumas. Surpresas? Também algumas.

No ínicio deste blog, eu ainda achava que o anonimato era uma coisa a preservar. Talvez influenciada pelas experiências anteriores. Aliás, se repararem, o meu nome que está incluido no perfil é: Gaja Anónima. Está lá desde o ínicio.

Hoje em dia vejo as coisas de outra forma.

A verdade é que não gosto de ilusionismo. Não gosto de não saber o que o ilusionista irá tirar da cartola.....se um coelho ou um ramo de flores.

Gosto de mistérios numa certa medida. Aceito perfeitamente quem opta por não revelar alguns pormenores da sua vida. Agora o que eu não suporto muito bem, é usarem o mistério apenas para se esconderem de uma realidade que não é bem aquela que querem aparentar.

Cada vez mais acho, que na internet, quem menos se expõe é quem mais exposto fica.

 

Este blog, desde o ínicio sempre foi claro e transparente. É apenas a vidinha de uma Gaja, com os seus relatos, humores, preferências musicais, opiniões, dramas, alegrias, etc.

Sou eu, sem tirar nem pôr.

A decisão de colocar a minha foto veio numa altura em que eu queria que me vissem e não me imaginassem apenas. No meu dia-a-dia ando de cara destapada. Aqui, não queria que fosse diferente.

A decisão de partilhar o endereço do msn, vem apenas na sequência dos posts "A Gaja está online...!". Sempre tiveram uma quantidade razoável de participantes, por isso, achei um método mais simples, utilizar o msn.

 

Se perdi algum anonimato com isto?

Algum.

No comentário que referi, estava esta frase:

 

"Já lá vai o tempo (do IRC), onde se partilhava fotos contactos. Era tempo de engate (ou coisa parecida). Agora privacidade é um bem precioso. (nunca se sabe quem está a ler)."

 

 

Quanto a mim, acho que a nossa privacidade é o que nós quisermos fazer dela. Ninguém a invade sem o nosso consentimento.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


24 comentários

Imagem de perfil

De thathys a 06.02.2008 às 17:52

E tá dito! Más Nada! Tens toda a razão...
Imagem de perfil

De Su a 06.02.2008 às 17:59

Alias adicionas o msn quem queres, so escreves no blog o que queres, ou seja as pessoas os sabem aquilo que deixas que saibam. A privacidade está preservada na mesma. Esta é so a minha opinião!
Bjinhos pa gaja anonima!
Imagem de perfil

De Isa a 06.02.2008 às 18:57

se me tivesse mantido anónima, a internet não me teria aberto tantas portas como abriu... não me arrependo nem um bocadinho de dar a cara e de me dar a conhecer, até porque as pessoas só sabem aquilo que eu quero que elas saibam, tenho controlo nisso. é uma questão de escolha, tal como dizes na última frase, até porque facilmente podemos embarcar em projectos anónimos.. eu estou constantemente metida neles he he he
Sem imagem de perfil

De Pedro a 06.02.2008 às 21:05

Tens razão.
Lembro-me de um comentário que vi na tv de alguém da policia judiciaria , que dizia acerca da net o seguinte:"as pessoas abrem a porta de suas casas a qualquer um? Não! Então porque abrem a sua vida pelo computador?".
É mais ou menos isto, não me mlembro exactamente das palavras!
Assim, penso que tem razão, não é necessário partilhar tudo e podemos controlar isso, acho!
Sem imagem de perfil

De Girassola a 06.02.2008 às 21:34

Mais nada!

E como mulheres que somos... só deixamos as pessoas saberem aquilo que apenas queremos!
;-)

Beijo*
Imagem de perfil

De A VER NAVIOS a 06.02.2008 às 21:44

Este post, em meu entender, é a sua autora a pensar em voz alta.
Transmite aquilo que em verdade eu imaginava que você fosse.
Vejo agora que não me enganei.
Parabéns por toda a sua franqueza e frontalidade.
Continuarei a passar por aqui.
J. Lopes
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 06.02.2008 às 22:15

Quando entro em casa tenho duas opções:
Ou entro e fecho a porta. Ou simplesmente a deixo aberta.
O facto de a deixar aberta não significa que quem cá chega não se faça anunciar, deixando-me a possibilidade de dizer:
Entra és bem-vindo!
Sai não foste convidado!
Assim entendo estas janelas abertas (ou portas) e que cada um as saiba gerir a seu belo prazer respeitando o espaço de cada um.
Um beijinho para uma miúda (gaja) sem papas na lingua!
Imagem de perfil

De Teia d´Aranha a 06.02.2008 às 22:36

É difícil ser mais clara! Concordo plenamente que o facto de sermos verdadeiros, sinceros, transparentes não é sinónimo de permitir que a nossa vida seja invadida ou mesmo esventrada por quaquer pessoa. Cabe-nos a nós definir as linhas a não serem ultrapassadas, se bem que, se toda a gente respeitar a individualidade do outro , nem sequer há necessidade de definir barreira alguma... Mas é verdade que o bom senso e o sentido de oportunidade não são predicados de que toda a gente dispõe.
Beijo, gaja!
Imagem de perfil

De ladybug a 06.02.2008 às 23:06

CLAP CLAP CLAP!!! Muito bem dito, minha querida! Uma beijoca nessa bochecha, cheia de admiração
Imagem de perfil

De jts a 06.02.2008 às 23:15

Há coisas na vida que temos que separar: a confiança e o descrédito.
A minha amiga "GAJA", viveu durante algum tempio, sob essa capa, conversando connosco amavelmente e sem ninguém saber a origem dos magníficos textos deste blog. Agora entende que não há mal nenhum em se descobrir um pouco e mostra-nos a sua nova cara, em "msn", que no fundo não é mais do que o mesmo anonimato. Continuamoa sem saber quem é a nossa querida amiga "Nely".
É óbvio, que o anonimato transmite-nos uma maior dose de interrogações ou desconhecidas sombras, que só saberemos se tudo for desvendado um dia e de comum acordo, sem que daí se firam suceptibilidades.
Por outras palavras: quem estiver de boa fé e aí quezer continuar, ficará. Quem usar de má fé e esteja à espera de ouvir algumas asneiras, que tire o "cavalinho da chuva" e se vá embora. Estes são os meus princípios de que não abdico.
Por tudo isto, minha cara amiga, o seu coração é quem dita as lesia deste blog e só espero e desejo, que o respeito, a honradez e a tolerância, continuem.
De outro modo não valeria estarmos a consumir tantas horas, meste universo que é a "internet".
Tudo de bom para ti e que eu possa continuar a ter a devida autorização para ler os tus texos de que tanto gosto, sejam eles escritoa com bom ou mau humor!!!
Um beijo, JTS

Comentar post


Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor