Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


É certo. Caí num lugar comum ao mencionar esta música. "É a minha vida..." E não só.

Na verdade, quantos de nós não fazemos uso desta música ou de partes dela, para exemplificar a nossa vida? E temos também tendência a fazê-lo resumidamente, assim como o fiz no post anterior.

Mas a verdade é que isto acaba por ser bem mais complexo do que parece à primeira vista. Dizer que só estamos bem aonde não estamos, porque só queremos ir aonde não vamos esconde apenas uma parte do problema. E agora vamos ser sinceros. Quem não sabe do que gosta? Quem não sabe o que quer? Quem não sabe até onde quer ir?

A maioria sabe. Ou pelo menos desconfia. E o que nos impede de o saber na sua plenitude são os factores externos. A nós. Tais como: pessoas, acontecimentos, tempo etc...

E estes factores é que são primordiais neste processo complexo das nossas escolhas e das nossas vontades.

Poderemos gostar de algo ou de alguém, estar bem onde estamos, querer ir a determinado sítio, construir algo importante e um infindável número de quereres e vontades. Se um qualquer factor externo interferir negativamente em qualquer um destes pontos, é certo e sabido que irão surgir as dúvidas.

E é então que nos questionamos: Estarei bem aqui? Deverei gostar disto? Faço bem em ir por ali?

Para logo de seguida nos saírmos com uma destas: Eu querer queria mas...

Faz-me lembrar um pouco o "drama" que certas pessoas têm com o chocolate. Sabem que se o comerem, no dia seguinte irão ter a cara enfeitada de borbulhas. E aqui encarem as borbulhas como um factor externo. O aspecto negativo da coisa (como se o seu próprio aspecto não fosse negativo o suficiente...).

Ora uma pessoa sabe que gosta de chocolate. É um dado adquirido. Mas o facto de saber o que lhe poderá causar irá trazer a dúvida. E aqui começa a pensar: Será que gosto assim tanto de chocolate a ponto de me sujeitar a  ficar com o rosto numa lástima?

 

Conclusão: Nós até sabemos do que gostamos e queremos. As borbulhas é que lixam tudo!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De mother_24 a 14.04.2008 às 11:15

Ya podes crer, quando inventarem um chocolate á prova de borbulhas, o mundo será um sitio bem melhor :)

jocas gaja
Imagem de perfil

De Teia d´Aranha a 14.04.2008 às 13:49

Amo chocolate à força toda... e, claro, tenho, não a cara, mas a testa com umas malditas crosta... restos mortais de umas borbulhas que atestam o quanto sou teimosa... É que mesmo sabendo que não deveria deixar-me levar pelo "vício", não resisto e zás! Aguenta-te!

Tal como com o chocolate... tenho a mania de fazer o que me apetece... É que também já o Variações dizia:

"É p'ra amanha
Bem podias fazer hoje
Porque amanha sei que voltas a adiar
E tu bem sabes como o tempo foge
Mas nada fazes para o agarrar

Foi mais um dia e tu nada fizeste
Um dia a mais tu pensas que nao faz mal
Vem outro dia e tudo se repete
E vais deixando ficar tudo igual

É p'ra amanha
Bem podias viver hoje
Porque amanha quem sabe se vais ca estar
Ai tu bem sabes como a vida foge
Mesmo que penses que esta p'ra durar

Foi mais um dia e tu nada viveste
Deixas passar os dias sempre iguais
Quando pensares no tempo que perdeste
Entao tu queres mas é tarde demais

É p'ra amanha
Deixa la nao facas hoje
Porque amanha tudo se ha-de arranjar
Ai tu bem sabes que o trabalho foge
Mesmo de quem diz que quer trabalhar

Eu sei que tu andas a procurar
Esse lugar que acerte bem contigo
Do que aparece nao consegues gostar
E do que gostas ja esta preenchido"

Desculpa, gaja, isto ficou um bocado para o comprido, mas não resisti...

beijo
Sem imagem de perfil

De puros*instantes a 14.04.2008 às 18:51

Oláááá,

Sim...sabemos do que gostamos e o que queremos, mas será que já paramos para pensar no que realmente nos é importante???

Passa um instante no meu cantinho, tenho uma "prendinha" para ti!!! eheheh

Beijinho
Imagem de perfil

De Analu a 14.04.2008 às 23:10

Hehehe, então eu sou uma felizarda porque amo chocolate e não me faz uma única borbulha. Ora aqui está um factor externo que não me afecta em nada. Mas só este mesmo, porque de resto...
Jinho e parabéns pelo blog, é mt bom!!
Imagem de perfil

De mil sorrisos a 15.04.2008 às 00:00

Gostei da analogia. Há sempre situações que nos impedem de arriscar e fazer aquilo que nos apetece e de que gostamos. É uma porra. Quem inventou os chamados "efeitos colaterais" podia era bem estar quietinho... Por que é que tudo tem de ser causa... consequência...? Está mal!
Beijos e Mil Sorrisos
:o))))))))
Imagem de perfil

De ladybug a 30.04.2008 às 03:44

Pois... por isso é que há as opções. Podes optar por comer o chocolate e levares com as borbulhas ou podes simplesmente não comer o chocolate porque sabes que te vai fazer borbulhas. Nem todas as opções são assim simples, mas tu sabes o que quero dizer :)

Beijinho

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor