Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


21
Ago08

Humores

por Gaja

Aliado ao meu feiotiozinho de merda, está ainda o meu sentido de humor. Não compreendido por alguns mas que me está no sangue há largos anos, sendo para mim díficil mudar esta minha forma de me "rir do mundo".

O meu sentido de humor está longe de se compadecer com uns minutos de "Malucos do Riso", com as suas piadas fáceis e "mastigadas". Por norma apenas me rio de coisas ou situações que não façam sentido.

Certo dia, no Lar, uma idosa faleceu. Fomos ao quarto vê-la. Entre algumas conversas, uma colega saíu-se com uma frase que a meu ver não fazia o mínimo sentido numa ocasião daquelas. Conclusão: Ainda tentei suster as gargalhadas mas vendo que não conseguia fui dirigindo-me para a porta, praticamente de gatas devo dizê-lo, num riso incontrolável. O problema é que quando rio à gargalhada, verto imensas lágrimas o que originou uma onda de solidariedade à minha volta pensando que eu estava a chorar pela morte da idosa...

O meu humor não é fácil de entender para alguns. É irónico e sarcástico. Posso dizer as maiores alarvidades com a cara mais séria deste mundo tais como dizer à minha mãe que ia trabalhar para um bar de alternes ou até a uma idosa, que ficou sem me falar uma semana só porque lhe disse que tinha um feitio soviético.

E é nessas alturas que sinto que tenho de ser mais moderada. E controlar este impulso de brincar com tudo. E é nessas alturas que divido as pessoas. Aquelas com quem posso ou não brincar. Porque nem toda a gente está para isso, não é verdade?

Talvez o único, que na plenitude compreenda esta minha forma de "rir", seja o meu irmão. Este, dotado de um sentido de humor apuradíssimo é também talvez o único capaz de me fazer ir às lágrimas com uma facilidade incrivel, apesar de conseguirmos manter uma conversa completamente non sense durante vários minutos para ver quem se "desmancha" primeiro. Um pequeno exemplo destas "picardias"  aconteceu há dias num almoço de família:

Tudo reunido à volta da mesa no jardim....ele esticado numa rede...

Pai diz à filha: "Ó Susana não queres aqueles anões de loiça que o pai tem ali?? Ein? Eram giros para meteres lá em cima da churrasqueira!"

Filha diz: "Errrrrr......hmmmm....epá não sei......errrrrrr.....está bem pronto...."

Enquanto remoía onde raio ia pôr os cabrões dos anões recebo sms do irmão:

" Tudo o que sempre sonhaste...Um par de anões...."

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.



Mais sobre mim

foto do autor