Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Bem, na verdade também já não os acompanhava com assiduidade há algum tempo mas sempre ia vendo uns bocados por outros.

Quando começou o The Voice na RTP posso dizer que acompanhei quase na totalidade e no dia em que o Luís Sequeira apareceu com o "High and Dry" dos Radiohead disse automaticamente olha que sim senhor, aqui está algo absolutamente diferente.

O Rui Drumond acabou por ganhar o concurso, levado aos ombros (como de costume) com a história do coitadinho que há anos que canta em coros (qualquer semelhança com o Berg é pura coincidência) e que só espera a sua oportunidade.
E aqui eu pergunto: qual oportunidade? Porque convenhamos, o Rui canta muito bem mas falta-lhe aquilo a que se chama carisma, criatividade, alma, estrelinha. Exemplo disso foi o uso que deu à tal oportunidade que tanto almejava. Lançou um álbum com inéditos? Com algo absolutamente inovador e criativo? Não. Pessoas que gastaram dinheiro em chamadas para votarem neste rapaz que andava perdido nas brumas, fiquem sabendo que lançou um álbum com os temas.....que cantou no programa. Ou seja, envolve-se uma editora, envolve-se dinheiro, envolvem-se colaboradores, para participarem em algo que está disponível no Youtube há imenso tempo. Isto faz-me lembrar os blogues que viram livros. Porquê? Para quê?

 

Definitivamente para mim, este último concurso de talentos foi a gota de água. Continuam eternamente a ter apoio estas histórias de cordel e a passar ao lado aquilo que realmente interessa num cantor, num performer, num artista.

Se o Luís Sequeira teria feito melhor se tivesse ganho o concurso não sei. Não sei até que ponto não iria cair de paraquedas num álbum igualmente pouco original mas a verdade é que este rapaz tem capacidade de fazer arrepiar (método simples para avaliar um bom cantor) coisa que o Rui Drumond não tem, nem de perto nem de longe.
Prova disso foi esta interpretação fabulosa que teve ao lado da Marisa Liz

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Uma Família Dramática a 10.09.2014 às 12:02

É por causa destas merd*s que deixei de ver este tipo de concursos!
Só vencem os meninos bonitos e os que são conhecidos pelo seu talento enorme, mas pela falta de oportunidades.
Depois vai um gajo, habituado a cantar no chuveiro, para a Casa dos Segredos e lança duas ou três músicas com a maior das facilidades. Enquanto que os verdadeiros talentos, andam por aí! Ou porque ainda "são muito novos e não hão-de faltar oportunidades e nós ainda vamos ouvir falar deles" ou porque simplesmente, não andaram a mostrar as mamas na Casa mais Secreta (???) do país.
Imagem de perfil

De Gaja a 10.09.2014 às 13:19

Pois, e ainda existem esses fenómenos musicais das casas secretas! Tudo cenas de qualidade....
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.09.2014 às 11:23

Tá la escrito no meu blog, eu quando o vi aparecer logo no inicio disse que já estava encontrado o vencedor e que lhe podiam dar o prémio..

Concordo contigo em tudo o que dizes e também achei que era uma palermice lançar um disco como o que foi lançado, mas será que foi ideia dele ou terá sido a pressão da editora para aproveitar os cinco minutos de fama?

O problema com a música portuguesa é que neste momento há tanta mas tanta coisa nova, basta dar uma olhadela ao Blog A Música Portuguesa, que só um 1% consegue ter sucesso e esse sucesso deve-se a maior parte das vezes não ao talento, que talento existe às carradas neste país, mas sim ao acaso e à sorte.

De resto, dos muitos programas de talento que já passaram, quantos dos vencedores tiveram algum sucesso posterior? Se calhar o Rui Drummond que desde a operação Triunfo que anda a cantar na televisão e em espectáculos por esse país fora, é mesmo o que teve mais sucesso, o resto é como as estrelas fugazes. desaparece no segundo a seguir a terminar o programa.

Jorge
Imagem de perfil

De Gaja a 12.09.2014 às 12:51

Exacto, a oportunidade do Rui Drumond já tinha chegado há imenso tempo. Acho que só ele não deu por isso.
Porque nisto nem vou muito pelo teu ponto de vista em relação à sorte e ao acaso, apesar de também contar.
O problema é que o mercado em Portugal é minúsculo!!!!! E cantores e bandas parece que ainda não se aperceberam disso. Sim, porque não só os cursos superiores a não terem saída!
Não existe mercado, público para tanto artista. Somos mesmo muito poucos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor