Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Está patente ao público, hoje, dia 11 de Janeiro na Casa da Gaja, a exposição:  

" Papel higiénico e a sua contribuição na história da Arte"

 

A não perder, a escultura mais emocionante de toda a galeria, onde o papel higiénico, pelas palavras da escultora, representa aqui um soltar de amarras, um não querer ficar preso ao rolo de cartão, um não a convencionalismos e regras.

 

 

 

Uma obra magnífica, tal como nos tem vindo a habituar, deste expoente máximo da arte em Portugal:

 

Tita Cutileiro.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor