Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


17
Fev10

E eis quando...

por Gaja

...o rapaz da laranja aparece. E à espera dele, O bolo. ( made in Cake Mania... what else? )

 

 

Festejar a noite de Natal, tendo já passado o dia de Reis. Mas que importa isso? A árvore continuava também à sua espera com os seus presentes.

 

 

Uma pequena interrupção nesta emissão apenas para informar os caros leitores que a escritora deste blog, está a tentar, porque está, concentrar-se na escrita deste post. Não fosse os miados estridentes que o seu gato Konito está e emitir neste momento e isto era post para já estar mais que acabadinho. (Tá com duas lambadas no focinho não tarda muito...)

Mas adiante:

 

Ora o que um casal decide fazer num dia de sol? Passear. Onde? A Belém (Blergh!...coisinha má brega. Opá mas deu-nos desejos de Pastéis de Belém! Porquê? Não podemos? Ah pensava...)

 

Uma paragem na ida e uma flor entregue pelo tejadilho do carro

 

 

Como pano de fundo, a Torre e o pedido formal de namoro (quase 1 ano depois), com direito a joelhinho no chão e tudo que isto é Gaja para ser exigente.

 

( e eu fiquei assim...com os penantes a levitar...)

 

Claro que a seguir (a minha vida é isto, nada a fazer) assistimos a uma cena no mínimo "fofinha" de um casal a praticar o amor em pleno jardim num banco. Foi bonito, foi sim senhor.

Apesar da cena deprimente, conseguimos a muito custo seguir até à Torre para a visitar. (4€ a entrada? WTF?). E depois claro está, rumo aos pastéis! Canela! Muita!

 

 

E claro, não poderei entrar em pormenores do que aconteceu durante este mês que passou até porque todos temos uma vida.

Mas posso dizer que o Novo Altair é um excelente restaurante para comemorar 1 ano de namoro. E para se ficar com um bocado de carne de porco do fondue embebido em molho de canela entalado na garganta depois de um "convite" inesperado. É um ambiente intimista e ninguém deu por isso :)

 

A Lx Factory é um local interessante e a Casa na Fábrica tem um sumo de gengibre, ananás e qualquer coisa que não me lembro que é de chorar por mais.

 

O filme Avatar ao fim de hora e meia é um excelente filme. Depois disso bem podiam ter cortado que ninguém dava por isso.

 

Ouvir Blues na Culturgest depois de um dia de trabalho pela voz de Josh White Jr é bem aconchegante.

 

O filme O sítio das coisas selvagens tem um quê de magia. Melhora substancialmente se visto na companhia de crianças.

 

O Piodão é bonito. Melhor ao vivo do que em fotografia.

 

Aconselho no entanto, mesmo que estejam hospedados por lá, se virem uma "nuvem" de nevoeiro a cobrir a serra ao longe, a darem meia volta e irem dormir a outro sítio. É que arriscam-se a circular em plena serra avistando apenas um dos riscos da estrada. Isso quando ele os há. Porque precipícios existem numa quantidade jeitosa e a falta de rede no telemóvel faz-se notar. Um coelhinho. Um coelhinho senhores, foi a única alminha que nos apareceu por ali. E não sei quem estava mais assustado. Se ele, se nós. Vá....eramos nós, pronto.

Já agora, outro conselho em relação ao Piodão. Ou melhor, dois:

Visitem o museu. É pequeninho mas arrumadinho. E por 1€ ! (Por aqui se vê as caganças do sul)

O outro conselho: Imaginem que chegam lá à terrinha bonitinha e ficam a olhar para aquilo todos embevecidos: "ahhh tã lindo...ahhh...tã bonito...e tecatecateca...". Pronto, depois disso o que vocês pensam: vou ali beber um café. Boa? Pronto, até aqui tudo bem. Aquilo tem 2 cafés. Têm um do lado esquerdo e outro em frente. Evitem o da frente. Estamos combinados? É que tanto num como noutro preparem-se para um discurso formulado, tipo cassete: " Então a viagem foi boa? Muita serra não? Blablabla...quer provar este licor? Blablabla...e mel? Hum? Blablabla....queijos? Blablabla..." Dasse!! Até trouxemos um queijo para não aturar mais o homem! O da frente. Não esquecer! O outro atura-se bem.

Ahhhh....valha-nos o humor das gentes da serra....

 

 

Seia.

 

 

Já lá tinha estado mas apenas cá fora e na loja. Desta vez visitei tudo o que havia a visitar. Fiquei chateada por a senhora não nos deixar brincar na parte para as crianças. Eu queria fazer pão! Mas ela: "Ai e tal que já são crescidinhos e tal e coiso..." Humpft!

E só me passou a birra porque fui ao restaurante de lá e comi até ter dificuldade em caber nas portas! Trungas!

 

Coimbra e Tentúgal fizeram parte do regresso. Idem, idem à Pousadinha em Tentúgal e deliciai-vos com....sei lá! 459 variedades de perdições que existem por lá.

 

Já por terras lisbonenses, cinema. Nas nuvens. É dos tais que ninguém dá nada por ele e vai na volta é um filme que sim senhor.

 

Mercado da Ribeira, Bairro Alto, Chiado. Fotos, fotos, fotos. Entrar em todas as lojas e sítios. A única que evitei foi a Bad Bones senão não saia de lá tão cedo. Uma tatoo anda a ser planeada mas sentei-me ao lado do Fernando Pessoa e esperei que me passasse... :)

 

 

E prontes...isto tudo aliado ao trabalho...à Cake Mania (conto actualizar o berloque amanhã) e tuditudi não me tem dado tempo para muito mais.

Muito agradecida pela vossa compreensão. Um grande bem-haja e olha...vou ali dormir e já venho...

 

 

 

Quem já dorme é o Konito.... E eu juro que não lhe dei nada para ele tomar. Juro! Aquilo é gajo de paixões rápidas e de certeza que já se esqueceu da gata que conheceu esta tarde. Aposto que está a sonhar com uma embalagem de Whiskas saquetas...

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor