Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


02
Set10

Eu não sei se já tinha dito por aqui que o meu pai não apura bem (por aqui se explica os filhos que tem...), vai daí, decidiu este ano alugar uma auto-caravana para passar uma semana de férias e desbravar este lindo Portugal. Até aqui tudo bem. A ideia inicial, seria ele ir com a sua mulher e a minha picolita irmã. Eu e o meu irmão estavamos fora desta jogada (Uffff) mas enquanto nos ríamos desta ideia meio tresloucada eis senão quando a nossa querida madrasta (odeio este nome, não existe outro?) quase que nos agarra pelos cabelos e implora-nos quase de joelhos para irmos também com eles. Aqui instala-se o pânico, o horror, o drama nas nossas mentes. "ai e tal não sei se vai dar para ir....ai e tal não tenho férias nessa altura e não sei se vou conseguir...", a miúda fica possuída, a mãe também: "Não nos deixem ir sozinhas com ele!!!! Pleaseeeeeee!!"

Depois de muita chantagem emocional lá concordámos em acompanhá-los. Nunca tinha passado férias com a pequena princesa e pareceu-me uma boa oportunidade. Quanto ao resto, três palavras bailavam na minha cabeça: MEDO, MUITO MEDO!

 

5 pessoas numa auto-caravana?? Vão por mim, não experimentem. Dormir é para esquecer. Nos últimos dias já andava desconfiada que ainda tinha de usar um daqueles coletes para endireitar a coluna. Casa de banho? Tomar banho? Se vos disser que tomámos banho nos chuveiros da praia da Figueira da Foz numa das vezes, acho que explica muita coisa. Viajar naquilo? Eu por mim nem fui mal porque fiquei à partida estritamente proibida de ir lá atrás tais eram os solavancos que aquilo dava.

 

Quanto ao resto, gostei! Sim, gostei. Deu para conhecer imensos sítios. As auto-estradas ficaram completamente fora de questão e deu para ver todos os recantos por onde passavamos. Deu para rir muito também. E deu principalmente para passar mais tempo com a maninha, que nem sempre tem sido possível.

 

O roteiro foi: (Se forem de algum deste locais digam, boa?)

 

- Mafra

 

- Santa Cruz

 

- Óbidos

 

- Foz do Arelho

 

- São Martinho do Porto ( Bonito aquilo pá! )

 

- Nazaré (Aqui, achei particular graça às mulheres sentadas nas cadeiras com cartazes de quartos para alugar. O meu pai colocou-se numa esquina com um panfleto ao peito onde dizia: "Porco no espeto"....enfim...)

 

- Figueira da Foz (não gostei muito, mas também quase não aquecemos lugar)

 

- Coimbra (Só estivemos mesmo no Portugal dos Pequenitos por causa da catraia, by de way: as entradas são um bocadinho esticadas, eu achei)

 

- Góis ( Uma das surpresas da viagem, chegámos ao parque de campismo e aquilo parecia não ter nada de especial, perguntei ao rapaz que andava por ali, na brincadeira, onde era a piscina. Coçou a cabeça e disse: "Piscina não temos, mas há ali em baixo uma praia fluvial muito bonita. Fomos até lá a pé e fiquei deslumbrada. Muito animado, cheio de gente, com esplanadas à sombra e de facto uma praia muito bonita. Ao fim da tarde, numa das mercearias da zona o meu pai fazia negócio com a senhora: "Levo só 2 ovos e paga-se de 4" e a mulher quase a dar um nó na cabeça e a olhar para a meia-dúzia de ovos da embalagem. Ouve-se um grito: "PAIIII ???"...enfim....Ahhhhh E de salientar que vimos uma raposa neste parque de campismo, ali mesmo perto das tendas! How cool is that!? )

 

- Tomar

 

- Constância (Esta foi de longe a estrela de toda a viagem. Ficámos completamente encantados e rendidos. Um local mágico ali plantado à beira rio. As ruas de um sossego estranho de tão sossegado que é. Dizem que Camões viveu ali, preso numa casa que hoje em dia é museu. Uma localidade histórica onde existe tudo. Poderá enganar à primeira vista, dando a ideia pela sua aparência antiga, que tudo ali é "velho". O que mais me surpreendeu foi a vida que existe por ali. O rio serve de mote. Dezenas de jovens. Várias actividades. Vários encontros. Motards, ecologistas, campistas etc.... O rio repleto de pessoas em passeios de canoas. Vi mais de 30 a passar de uma só vez. E o rio....ahhhh o rio com uma água tão limpa! Fiquei apaixonada e conto em breve lá voltar. O meu pai foi ao rio de cuecas porque não tinha fato de banho na altura...fingimos que não o conhecíamos...enfim....)

 

E foi tudo. Apesar de muitas fotos que tirei, fica esta, tirada à porta de um museu na Nazaré, onde ri até às lágrimas enquanto tirava fotos. Dei uma barraca tal que as pessoas dentro do museu já se riam também com a nossa figura. Eu e o meu irmão. Somos ou não uns banheiros jeitosos? Hum??

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor