Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


 

Foi muito bom. Mesmo. Conheci pessoas fantásticas através dele, conheci histórias igualmente fantásticas, deram-me palavras de apoio em alturas muito difíceis, riram-se comigo noutras ocasiões e foi bom. Mesmo.

 

Mas tudo isto tornou-se em algo que não foi bem o pensado no início. Criei-o de forma anónima e de repente dou por ele a ser conhecido em tudo quanto é canto. Culpa minha é um facto e culpa de outros que o divulgaram sem a minha autorização, também é outro facto. Neste caso a culpa morrerá solteira, viúva, casada ou como ela quiser, a verdade é que me sinto muitas vezes "condicionada" ao escrever sobre certos assuntos com medo de ferir susceptibilidades, de divulgar muito a minha intimidade. Começa a ser absurda a expressão "Vou lendo o teu blog e assim sei de ti" assim como foi absurdo algumas pessoas que me dizem muito terem sabido da minha gravidez através do blog. Um completo absurdo e a culpa foi minha que deixei as coisas chegarem a este ponto.

 

Estou noutro momento da minha vidinha. Em que o meu pequeno Pintaínho está a 2 meses de "aterrar" nos meus braços. A hora de preparar o ninho já chegou e a seguir a isso a vontade de o enroscar em mim e escondê-lo dos males do mundo. O momento é outro, diferente de todos os que passei até aqui e este...bem, este quero guardar só para mim e com a meia-dúzia de pessoas que me conhecem verdadeiramente. Espero que entendam este meu "egoísmo".

 

A todos os que acompanharam o Vidinha ao longo destes 5 anos e qualquer coisa, aproveito desde já, porque estamos próximos da data, para vos desejar um excelente Natal e que o próximo ano venha cheio de coisas boas! :)

Um grande beijinho da Gaja e muito, muito obrigada por todas as vossas palavras e companhia ao longo deste tempo. Foi bom. Muito bom mesmo! :)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor