Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


 

 

 

Eu sou uma Gaja fumadora, pois que sou. Foi aprovada uma lei para a proibição de fumo em locais públicos fechados e eu, que mesmo estranhando ao início, fui habituando-me e aos poucos tomando consciência que é uma lei que faz todo o sentido.

Hoje em dia, até mesmo numa esplanada, fico sempre com atenção se não estarei a incomodar ninguém. Porque é chato, reconheço, um tipo estar a enfardar uma tosta mista com o queijo a derreter pelos queixos abaixo e levar em cima com fumo de tabaco, que ali naquele caso, não serve de todo de acompanhamento.

Portanto, até aqui estamos conversados e palminhas, muitas, para a lei do tabaco.

 

Agora pergunto eu: onde está a lei que me defende?

Porque razão quando vou ver um filme tenho de gramar com os pipóqueiros? (expressão que define as pessoas que devoram pipocas nas salas de cinema como se não houvesse amanhã).

É que não tenho nada contra as pipocas, atenção! Sou menina até para levar um balde king size para ver determinado tipo de filmes, então com a canalha é do melhor...dá até para no meio das gargalhadas mandar milho à carola uns dos outros. É giro, é divertido, ninguém se chateia, as cadeiras ficam todas meladas, é pipocas moles espalhadas por todo lado, os cabelos numa vergonha mas....o filme a isso pedia.

Agora convenhamos, estar a ver "A árvore da vida" por exemplo, e ter uma gaja duas cadeiras ao lado, a roer pipocas como um esquilo que já não comia há quinze dias...não é bom, não dá saúde, esfrangalha-me os nervos.

 

Sendo assim: Eu, fumadora, quero fumar, vou para o canto destinado a isso. Pipóqueiros, querem pipócar, vão para a sala especial.

 

"Quero um bilhete para o filme X "

" Sala de pipóqueiros ou não pipóqueiros?"

 

E era isto.

 

 

                                

                 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 31.08.2011 às 11:00

Parabéns pelo destaque.
Há pouco tempo , alguém aqui dos blogs Sapo, esreveu algo sobre isto.
Estou inteiramente de acordo. Detesto estar concentrada no meu filme e ouvir o ruído das pipocas, que também gosto, e ou os telemóveis a tocar, e essas conversas tontas de jovens que se esquecem que estão numa sala de cinema e há mais pessoas que querem "gozar" o filme que vêem.
Quanto ao fumar, e não sendo fumadora viciada, sou-o ocasionalmente, tenho o cuidado de , nas esplanadas, tentar mudar de lugar e/ou estar junto de um fumador para que o fumo não incomode quem está ao meu lado.
Há pequenas regras que partem da pessoa.
E a ideia de lugares para pipóqueiros e não pipóqueiros é excelente.

Maria

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor