Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


03
Out11

Este pinguim faz hoje 8 meses. 8 meses, senhores!

E uma Gaja fica assim apardalada a pensar como o tempo voa mas ao mesmo tempo feliz de acompanhar todos os pequeninos passos nesta vidinha que é a dele.

 

Já tem 2 dentinhos e mal se deu pelo nascimento deles pois nada de choros, dores (se teve, não se queixou muito) ou noites mal dormidas. Faz questão de sorrir de forma diferente como se quisesse mostrar ao mundo a sua mais recente aquisição.

 

Na cama já se vira e revira. Sempre adorou estar de barriga para baixo e agora ainda mais pois já descobriu a liberdade de movimentos que isso lhe permite. Gatinhar ainda não, lá levanta o rabinho de vez em quando mas desiste, então vai andando como pode de marcha-atrás.

 

Sentado, sozinho e sem ajudas, também adora. Consigo que se aguente assim algum tempo enquanto está entretido com os seus brinquedos. Já descobriu que a caixa dos mesmos está ao lado do berço, então de vez em quando, lá enfia a mão pelas grades e manda tudo ao chão. Quando chego e faço cara de zangada, devolve-me uma expressão de sacana e ri-se.

 

Adora tomar banho, com a esponja faço efeito “chuveiro” por cima da cabeça dele e fica todo contente a ver a água a cair.

 

Come de tudo, menos o leite (não conseguimos vencer esta batalha) mas sopas disto, sopas daquilo, fruta A ou fruta B e iogurtes marcha tudo. Umas mais que outras mas sempre de boca aberta!

 

Descobriu há pouco tempo que dormir de noite é uma chatice, “tanta coisa para descobrir e estes gajos a quererem que eu adormeça agora?...nem pensar!”, o que nos leva em algumas noites a adormecer por volta das 3h da manhã ou mais...

 

Já reconhece muito bem quem lhe é mais familiar. Dá gritinhos assim que vê o pai e faz um som de satisfação. A minha voz reconhece-a a léguas,  adora dançar comigo e descobrir o mundo comigo. Quando vê a avó fica doido e dá-lhe abracinhos apertadinhos (é a única pessoa a quem ele faz isto) e com “grande” tio Rui troca olhares cúmplices. Com os manos é uma festa e apesar de estarem pouco tempo juntos fica todo contente quando estão cá como este fim-de-semana.

 

Adoooora ver anúncios (qual a criança que não gosta?) e fica vidrado a ver o da Intimissi (?)...adora a música do genérico do jornal da Sic e ninguém o incomode nessa altura.

 

Mostra claramente quando não está satisfeito e não se atrapalha nada de atirar ao chão com um ar furioso qualquer brinquedo que não lhe agrade na altura (herdou o mau génio da mãe, nada a fazer) mas em contrapartida quando está feliz faz-me “olhinhos”, expressão fotocópia da do pai de quem herdou o sorriso sempre pronto.

 

 

Caramba pá! 8 meses! E cada dia que passa gosto mais dele!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor