Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Bem...talvez exagere. Choramingar chega.

 

Encontro este vídeo,  não posso ligar o cabo à bela da aparelhagem e tenho de me limitar a ouvir isto com os headphones?? Que injustiça de um filha da p*ta! Mas por que raio têm de dormir todos à noite?? Que maçada...apetecia-me tanto fazer barulho....

 

Audioslave

Show me how to live

 

 

 

And with the early dawn
Moving right along
I couldn't buy an eyeful of sleep
And in the aching night under satellites
I was not received
Built with stolen parts
A telephone in my heart
Someone get me a priest
To put my mind to bed
This ringing in my head
Is this a cure or is this a disease

(Chorus)
Nail in my hand
From my creator
You gave me life
Now show me how to live

And in the after birth
On the quiet earth
Let the stains remind you
You thought you made a man
You better think again
Before my role defines you

(Chorus)
Nail in my hand
From my creator
You gave me life
Now show me how to live

And in your waiting hands
I will land
And roll out of my skin
And in your final hours I will stand
Ready to begin

 

 

Gosto do vídeo, gosto da música.

Mas principalmente porque a voz deste gajo tira-me do sério. Assim como o próprio.

 

Chris Cornell?? Vens cá ao Optimus não vens filho? Então vem. Depois quem sabe...you and me....podemos encontrar-nos....acabas o concerto e vais ter à praia de carcavelos....é perto....podemos combinar perto da bola da Nivea (private joke apenas para quem conhece a bola da Nivea)....por falar nisso! A bola da Nivea ainda lá está?...senão ainda tenho de marcar com o gajo num qualquer local publicitário da Vodafone, da Tmn ou da Optimus....estas modernices....e depois já sei....não vai ter a mesma graça...não vai não.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De jabeiteslp a 02.04.2008 às 22:46

do Buldozer gostei
da música isso sim
o conteúdo
um dia não, outro, enfim

declaração ?
por amor
seja qual for
opianas núvens
sem côr
ou berço de algodão
e alquimia tão só
num afrodisiaco cheiro
de micócó ? ( folha )

que dizer-te
se tenho mil sóis
o ar que respiro
as gentes na rua
e o que não sei

que por amor
seja qual for
devaneia o mundo inteiro
mas mais porreiro
que dizer ?
seria grosseiro


Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor